O que está rolando.

Comecei a blogar nessa paradinha aqui justamente para deixar quem curte minha obra a par do que acontece. Então já vou logo avisando que encontrarão aqui posts curtos e rápidos e práticos para deixar vc por dentro do que está rolando.

Vamos lá, acho que o mais importante é que estou no meio do livro “A noite maldita”. Esse livro será uma “pré-quência” (existe isso??? hahahaha) de Bento. ANM estava na minha lista de livros para escrever, como Vampiro-rei 3, Vampiros do Rio D´Ouro, também uma história envolvendo os anjos de “O Senhor da Chuva”, a continuação de “O turno da noite” e etc… isso só para ficarmos com as sagas, porque histórias originais eu tenho aos montes e, aos poucos, vou dando uma palhinha aqui para vcs. Bem a decisão de escrever esse livro antes dos demais veio depois das Noites do Terror 2009, quando o Playcenter fez o parque inteiro baseado em Bento e Vampiro-rei. Por conta do evento tive que atender e explicar a um monte de jornalistas a razão do título das Noites do Terror que foi, não por acaso, “A noite maldita”. A grande noite quando a bruxa desencadeia um feitiço de proporções mundiais e metade do mundo adormece. Dos acordados, metade dividiu-se em humanos e metade em vampiros, que travam uma guerra diária. Durante o dia os humanos  vão apanhando os adormecidos deixados em suas casas, apartamentos, chácaras, barcos, vilas, e tudo que é canto e levando-os para abrigos protegidos enquanto, durante a noite, os vampiros também invadem prédios e casas apanhando os adormecidos, e levando-os para tocas escuras, formando os chamados “rios de sangue”. Acontece que o primeiro livro da série começa em Bento, trinta anos depois dessa noite maldita e todas as tramas mirabolantes vividas no começo e esse cenário sombrio não é mostrado em sua totalidade. A hora é essa. Entre agosto e outubro de 2010 será lançada essa nova aventura “A noite maldita”.

Outra boa nova é que comecei brincando especular a possibilidade de fazer um episódio piloto de seriado para TV, escolhi como temo “O turno da noite”, primeiro porque é uma história longa, no livro de volume único somam-se novecentas e tantas páginas e outra porque é um verdadeiro desafio para minha escalada na carreira de produtor de audiovisual. A boa notícia é que se conseguir realizar bem tecnicamente essa empreitada o sonho de transportar “Os sete” e “Bento” para os cinemas estará mais próximo de se realizar. A brincadeira foi ficando séria. Escrevi o roteiro do primeiro episódio, montei uma equipe de pré-produção e já tenho um parceiro para efeitos visuais gerados em computador… bem, cruzem os dedos. Se ficar lindo todos vocês verão, se ficar tosco (estilo Power Rangers) as hd´s de captura e pós-produção sofrerão um acidente pirotécnico.

%d blogueiros gostam disto: