O Rio de Janeiro e sua bienal 2011

Esse ano tive o enorme prazer de participar mais uma vez (deve ser minha quarta vez já!) da Bienal do Rio de Janeiro.
Bienal é sempre um prazer para os escritores que estão de bem com a vida, hehehe, é hora de reencontrar os amigos livreiros, os amigos leitores, toda sorte de amigos, passear um bocado e sair para os botecos.
Cheguei no Rio na sexta-feira, em ótima companhia, diga-se de passagem, trazendo comigo minha esposa Marisa, Liz Marins e a Cris Lasaitis. Saimos de madruga daqui de Osasco, dei um pulinho no Paraíso e no Tatuapé para apanhar as amigas e cinco da matina já estávamos a caminho da capital fluminense.
No meio do percurso decidi ir pela Rio-Santos, descendo a serra de Lídice, desembocando em Angra dos Reis para que o trio de mulheres (que enjoou nas curvas da Rio-Santos, obrigando a uma dúzia de paradas, hehehe) conhecesse o trecho entre Angra, Mangaratiba e Rio. Lugar bonito.

Chegando ao hotel no Recreio, reservado pela Novo Século, eu e a Má descansamos um pouquinho e logo partimos para o Rio-Centro, que de Centro não tem nada! #failname ! O bom de estar no Recreio dos Bandeirantes é isso, pelo menos cheguei em dez minutos ao destino.

Conversei com um bocado de leitores e autografei um tantão de livros no stand da Novo Século naquela sexta-feira. Os leitores que estiveram por lá puderam assistir o episódio piloto do seriado “O turno da noite” na íntegra. Ouvi uns gritinhos quando a Calíope entrou em cena. Se no livro ela já arrasava corações, no seriado televisivo deve cativar uma legião de fãs ainda maior.

Vi pela primeira vez, ao vivo, as capas novas da coleção vampiresca de Os Sete e do mundo de Bento. Com a saga de Bento uma peculiaridade, os nomes dos livros foram alterados. Sugeri isso conversando com meu editor (Luiz Vasconcelos) porque recebo muitos mails de leitores que começam a ler a saga a partir de Vampiro-Rei 1 por desconhecer o início em Bento (putz, agora pouco tirei sarro do failname do Rio-Centro e cá estou eu arrumando uma cagada minha, tsc tsc). Erro mais do que justificado. Para orientar o leitor agora os livros passam a fazer parte da saga Vampiro-Rei, tendo o livro 1 o nome de Bento, o livro 2 o nome “A bruxa Teresa” e o livro 3 o nome “Cantarzo”. Todo esse rocambole aconteceu porque, como conto em meus encontros com leitores, quando comecei a escrever “Bento” fui dominado por um processo totalmente instintivo, sem roteiro, sem saber onde aquilo tudo ia acabar, e não acabou, continuou em mais páginas e páginas de aventuras com o surgimento da figura do “vampiro-rei”.

Essa desorientação com meus títulos me faz lembrar uma passagem pitoresca ocorrida poucas semanas atrás. Uma leitora que tinha todos os meus livros me mandou um mail pedindo que eu explicasse a ordem de leitura de TODOS os livros. Queria minúcias sobre essa ordem, porque ela estava indignada porque ninguém sabia, quando ela BAIXOU os arquivos pdf piratas ela não encontrou nenhuma orientação. hehehehe. Que responder para uma criatura com uma cara de pau dessas???? Procura no Google, né. hehehehe. Bem, eu realmente não fico indignado quando dizem que baixaram meus livros no site trambiqueiro do PDL, mas achei engraçado a pessoa vir pedir orientação para mim. Até que faz sentido, se pode ir direto a fonte, por que não fazê-lo? ^^ A sorte que tenho, por enquanto, é que meus livros são longos e os PDF´s do PDL acabam divulgando a obra, porque é um saco ler mais de 300 páginas num monitor. Sei que o futuro do livro é digital, a internet não vai mudar o mundo do livro, já mudou, mas creio que o livro eletrônico tem que ser mais que simplesmente um arquivo de texto.

Voltando aos rolês da Bienal, na sexta-feira ainda tivemos pique para o cocktail organizado pela Bienal do Livro no Parque Lage. Cara, que lugar! Muito lindo aquele palacete. A festa estava boa e ficou melhor com a presença de grandes amigos do mercado livreiro, como Luiz e Nilda Vasconcelos, Max Mallman, Eugênia (Rocco), Thalita Rebouças e Cal, o Paulo Rocco e seu filho também estavam lá, dei oi para Janda e mais um bocado de gente. A Marisa levou o carro de volta ao hotel porque minhas funções automobilísticas estavam inoperantes. Mais do que bom senso é dever de um bom manguaça entregar a chave para alguém em bom estado. E no Rio as blitz da Lei Seca não perdoam, é uma por esquina.

No sábado foi o dia do encontro com leitores no stand da Rocco. Sábado o Rio-Centro estava coalhado de gente, público digno de uma bienal, com direito a fila para estacionar e demora na bilheteria. É, eu esqueci meu livro no carro e tive que comprar um ingresso pra mim (12 reais mais pobre) e segui para o stand. A Thalita Rebouças ainda estava lá autografando sua fila interminável de fãs, coisa linda de se ver. Meus leitores também fizeram uma fila formidável, compareceram em peso, e passei duas horas tratando dos livros de todos que estiveram lá, com o maior prazer.

18 Respostas to “O Rio de Janeiro e sua bienal 2011”

  1. Carol Says:

    Não acredito que não fiquei sabendo que você ia estar lá! Que droga. Fui duas vezes na bienal e até falei para os meus amigos: poxa, o André não vai vir esse ano?? >.<
    E eu pensei que você não estivesse mais na Novo Século, porque seu novo livro estava no stand da Rocco (quando fui pegar o autógrafo da Anne Rice, eu vi lá. Ainda vou comprar \o. É só ter dinheiro nas minhas mãos de novo rs).
    Bem, na próxima eu procuro direitinho se você vai ou não e apareço por lá. Só que dessa vez sem os 13 livros para você autografar rsrs. Já te fiz sofrer uma vez.
    Beijos e boa sorte com todos os seus projetos.

  2. marcia Says:

    Andre
    Eu pedi as mesmas informações da tal – cara de pau – que baixou (piratiou suas obras) . Eu adiquiri todos os seus livros (todo mes reservo uma graninha para comprar livros) e adorei a idéia da renomeação dos livros fica muito mais lógico (EIS A MINHA PARTE MATEM`TICA em ação – já falei que leciono álgebra e cálculo numa universidade aqui de BNU). E continuo a solicitar possibilidade na sua agenda para fechar as lacunas da qual eu e outros leitores seus tem apresentado. Sei que escrever não é como demonstrar um teorema… mas vá anotando os que teus leitores questionam e apontam e use “SUA GRANDE” cabeça criativa e nos dê esse presente. Não deixe a linha do imaginário (vampiros – anjos demônios) que é o teu forte (pq mesmo em sementes do gelo a concepção de alma de espirito p muito forte) para segundo plano. personagens como BENTO, DIMITRIS e o proprio Vampiro REi já fazem parte do nosso imaginário e voce ainda associa isto as nossas lendas e BOM DEMAIS para ser deixado para depois.
    Ler as noticias do BLOG, ver as capas dos novos livros (já estou pensando em doar os meus para a biblioteca e comprar os novos (=consumista) e ver vc com seus fãs foi um acalento para mim que estou em Blumenau, desalojada e vivendo de novo o drama das cheias do rio Itajai. Mas nós como vc sabemos lutar e logo estaremos de pé e nossa cidade linda para receber os turistas nas festas de outubro.

  3. Eu estou oficialmente morrendo de inveja de todo mundo que viu o piloto de OTN. Quando á bienal é em São Paulo não tem essas coisas rsrsrs.
    Acho que os novos nomes fazem bem mais sentido, e as novas capas são muito boas, ams sei lá, ainda prefiro as capas antigas.

  4. Victor Luiz Says:

    Meu nobre, aqui em Salvador terá a Bienal até o final do ano que já fiquei sabendo e espero que sejamos agraciados com sua presença, pois a última vez que vc esteve na nossa cidade para o Lançamento de O Caso Laura, não pude comparecer, infelizmente. Mas nada vai me impedir de vê-lo em uma nova visita (se Deus quiser, é lógico). Eu sinceramente, não tenho saco pra ler nenhum tipo de livro através de um monitor. Sim, podem me chamar de careta, mas qto a este detalhe da sociedade digital, eu não me enquadro, acredito que sempre terei esta postura convencional. EU PREFIRO OS LIVROS!!! E falando da saga Bento, eu quase cometo o mesmo pecado, contudo, olhei a ordem cronológica de lançamento e deduzi que Bento vinha primeiro que o Vampiro-Rei 1 (ufa!!). Eu vou continuar com os meus livros antigos mesmo, porque daqui a alguns dias, estas capas antigas serão raras de serem encontradas no mercado (hehehehe). E acho que consegui fazer uma leitura numa boa ordem por causa da sua web page e aconselho aos leitores fazerem isso caso queiram seguir uma linha. Como já disse antes em outro post, os pilotos estão massa, e torço para que o seriado emplaque.
    PS: Pense com carinho no que Márcia pede acima, com o preenchimento de algumas “lacunas”, inclusive já te passei e-mail sobre isso (rsrsrs). Ah sim, tou divulgando seus livros entre meus amigos, e todos estão gostando. Vc está ganhando mais adeptos. Abraços!!!

  5. Junior Martins Says:

    Olá André, comecei a ler Drácula e persebí algumas semelhaças com sua obra.Como “os olhos vermelhos como brasas”, ou quando o Conde tenta se adaptar à vida londrina como os Sete no Brasil. Você deve ter se inspirado bastante com Bram Stoker, assim como me inspirei em você para começar a escrever. Obrigado Vianco, por ser um marco na história literária no nosso país. Espero que a literatura fantástica consiga aquí o que obteve na Europa, e se isso ocorrer espero fazer parte desse time de vencedores, assim como você, Raphael Draccon e tantos outros que fazem da fantasia não só um estilo literário, mas um estilo de vida, obrigado…

  6. Ana Lúcia Albano Says:

    Sim Sim!! A Bienal do Livro da Bahia será entre 28 de outubro e 6 e novembro de 2011 e sua presença, André, é aguardadíssima!! \°/

  7. Baztos Says:

    MUITA gente baixa ebook e nao lê em computador,mas sim em tablet e smartphone. Mesmo que falem que esses dois dispositivos são caros, se voce e um leitor compulsivo o preço se paga com o tempo,pois os preços de ebooks sao mais baratos ( ou gratis na web, principalmente no famigerado e abençoado PDL).

  8. luciana Says:

    Estive na Bienal na sexta, mas fui especialmente neste sabado dia 10 para pegar seu autografo… mas ninguem sabia informar se voce iria ou nao… nem a Rocco e nom Novo Século. Enfim, sai de la as 21:30 decepcionada efrustada. Mas ainda assim vou descobrir outro lugar onde voce estaja pra pegar o tao sonhado autografo, ja que amo livro sobre vampiros e o nome Andre Vianco ja faz parte de minha estante.

  9. T.T T.T T.T *chora litros*
    Eu queria um autógrafo!!!

  10. Waldirene Says:

    André mais uma vez você foi brilhante como escritor. O Caso Laura é formidável, li o livro em 24:00h pq nao consegui parar. Estive lá com você mais uma vez e só tenho uma palavra para descreve-lo: Perfeito…Obrigada por nos dar mais uma historia maravilhosa…*-*

    Wal

  11. Douglas Says:

    É um prazer ver o seu blog com novos posts, infelizmente ñão consegui ir em nenhuma tarde de autógrafos, o trabalho me consumia isso porque acompanho o seu trabalho a quase 10 anos e estou na luta aí também para conseguir um lugar ao sol, gostaria muito de pegar os meus livros desta saga fantástica e ter o prazer de te-los autografados. Abraço e muito sucesso que ainda está por vir André

  12. Helkem Says:

    Oi André,

    Eu e meus amigos, que somos aqui de Brasília, fomos à Bienal, mas fomos no último fim de semana e infelizmente não pudemos ver vc.
    Passei no stand da Novo Século (parada obrigatória!) e tirei uma foto com aquele totem lindo comemorando os 10 anos da editora. Seus 10 anos tbm, certo? Fiquei muito feliz.
    Fiquei babando pelas capas novas e, já que meu box do Sete/Sétimo foi roubado (qualquer dia conto essa história pra vc), vou comprar os livros com a capa nova.
    Conversei com um senhor que estava no stand e ele disse que vc perdeu o avião e não foi ao último findi por pouco.
    Vi o videozinho do TDN. Tá ficando LINDO!!!! E agora que soube que o piloto foi exibido na integra, quase tive um TRECO!!! NãO ACREDITO QUE PERDI ISSO!!!!!
    Mas a Bienal estava linda. Valeu muito a pena ter ido. Vimos o Draccon e o Sphor. Só ficou faltando vc.

    Sucesso sempre.
    Bjos

  13. Larissa Says:

    Oi, André. Tudo bom?
    A bienal com certeza deve ter sido incrível, queria muito ter ido! Certamente foi um evento grandioso! =D
    Mas na verdade, eu vim até aqui para lhe mostrar a campanha de um livro de um jovem escritor que eu vi na internet. Nossa, achei a sinopse incrível e o autor muito “fofo”. Então, aqui segue o link: http://livroseatitudes.blogspot.com/2011/08/campanha-de-publicacao-o-reino-de-mira.html

    Obrigada Andre, tudo de bom para você!

  14. marcia Says:

    Andre por acaso Floripa ou Blumenau (SC) não estão nos seu planos de divulgação literária?????
    Seria Maravilhoso poder falar com voce…
    bjs
    Márcia Stopassoli

  15. Ercilia Says:

    Querido Andre, no sábado que vc autografou meu livro e tirou fotos comigo vc não imagina a emoçao que me causou, foi relamente um sonho realizado, com direito a choro e tudo depois que falei com vc. Mostrei todas as fotos e o livro autigrafado para todos sendo este o meu maior orgulho. Bjs. Sua eterna fã Ercilia. Ps: nas fotos estou de camisa vinho e sou loira

  16. Tania Hoio Says:

    Olá André!

    Sou mega apaixona pelos seus livros, vc ta de parabéns um super escritor!
    Só não gostei da mudança dos nomes dos livros, já estava abituada no Vampiro Rei, mas é só questão de tempo pra acostumar.
    Beijos

  17. Eu Baixei os Sete e Sétimo numa semana, comecei a ler e na outra tive q comprar o Box, de tanta vontade de ter os livros na minha estante ^^ !!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: