O caso Laura – Capítulo 1

– Não sei se eu já te falei, pai, mas arranjei um amigo novo. Acho que faz umas quatro ou cinco semanas que nos encontramos todos os dias. Vejo mais ele do que vejo você, mas sei que você entende e não fica chateado com isso. Você sempre quis que eu me divertisse mais, sempre me empurrou para os carinhas interessantes quando eu estava no colégio, me encorajando e conversando comigo a respeito de tudo na vida.
Laura suspirou e ficou olhando para o pai, meio que esperando uma resposta, um sinal de aprovação.
– Você sempre fez o tipo de pai moderninho. Minhas amigas não acreditavam quando eu contava os papos que a gente tinha. Quando eu contava das vezes que você me tirava do quarto, da frente do computador ou da TV e fazia eu me trocar e colocar batom e tudo pra ir a uma festa ou baladinha com as amigas, elas surtavam. Diziam para eu cuidar de você até o fim da minha vida porque pai assim não existe.
O sorriso tímido que teimava em brotar nos lábios sempre morria quando chegava o silêncio. Ela falava com o pai usando um tom baixo na voz. Não que o pai fosse se importar com o volume, mas ela sempre teve aquilo, verdadeira aflição em ser notada e horror a incomodar os outros com sua voz aguda. Lembrava do desconforto que era escutar a si própria numa gravação caseira, falando para a câmera nas festas de amigas ou na formatura. Já que estavam em um hospital, tinha medo dos familiares do leito ao lado a ouvirem fazendo suas confissões eventuais ao pai acamado. Ela deixou outro suspiro fugir do peito e cruzar a distância entre ela e o pai calado. De tempos em tempos ela ajeitava o cabelo e remexia as rosas no jarro d’água improvisado como vaso. Casa de ferreiro, espeto de pau. Ela bem que podia trazer um vaso decente, mas nunca lembrava por conta de só visitar o pai quando dava na veneta ou quando estava demasiadamente deprimida, sem ninguém mais para escutá-la. Evitava estar ali, não por falta de paixão ou consideração, mas é que a jovialidade e a intensidade das palavras daquele homem em muitas conversas travadas num passado nada distante oprimiam ainda mais o peito daquela filha. Raro era o episódio em que ela entrava ali, naquele quarto, de caso pensado, com tudo planejado e esquematizado na agenda. Acontecia de ela estar ali. Muitas vezes com os olhos rasos d’água pela tristeza que pisoteava seu peito ou tomada pelas lembranças dos carinhos e cuidados daquele paizão ausente que segurava tanto a sua barra.
Laura ficou calada mais um tempo, passando a mão suavemente em seu próprio pulso. Parava, inconsciente, nas lombadinhas que tinham se formado ali, na pele. Quelóides, cicatrizes deixadas pelo desespero. Olhando para as rugas no rosto do pai, as papadas que começavam a crescer, o cabelo já branquinho apesar do topete cheio, tudo compondo e acusando o açoite certeiro do tempo, deu um novo suspiro. O pai continuou calado e ela, mesmo sem resposta alguma, seguiu seu misto de confissão e desabafo.
– O nome desse meu amigo é daqueles que a mamãe gostava, nome de anjo. Miguel.
Ela pausou a fala e olhou para o armário do leito vizinho. Lá, repousava uma estatueta de um anjo com uma lanterna de vidro e fogo agarrada pela mão.
– Já contei que estou trabalhando na igreja do centro agora? Acho que não. Os cupins aprontaram umas boas por lá. Pelo menos eu e a Simoneca teremos trabalho até o fim do ano. Benditos sejam os cupins, pai.
Novo período de silêncio. Laura suspirou antes de continuar.
– Não sei se é por causa do Miguel ou por sua causa, papai, que eu resolvi esperar mais um pouco – disse, em tom mais baixo ainda, as palavras entremeadas por fungadas.
Agora Laura chorava. Ficou calada por mais de dez minutos, olhando fixamente para o pai. Às vezes tinha a impressão de estar falando com uma casca vazia e isso a enchia de medo e solidão. O tubo de oxigênio entrando pela narina do pai era o que o mantinha vivo. Desde o acidente vascular cerebral seu pai ia desaparecendo aos poucos, desvanecendo como um sonho bom. Ela tinha verdadeira fobia ao passar do tempo, a necessidade de ter de visitá-lo naquele estado. Tinha a impressão que mais dia, menos dia, quando entrasse no quarto, não encontraria mais nada em cima da cama a não ser o pijama, o lençol e o cobertor – mesmo que a enfermeira e o doutor Breno dissessem que seu pai, de alguma forma, ainda estava ali. Saudável como um touro, seu pai nunca tinha tido nada na vida além de um resfriado corriqueiro ou uma incômoda dor de garganta. Nada de colesterol alto, nada de pressão alta nem diabetes. A única luta que o pai travara em nome da saúde tinha sido contra o vício do cigarro. Ainda assim, gabava-se, rindo com os amigos, dizendo que aquela tinha sido uma guerra preventiva. Sempre magro e ativo, sorridente e bem humorado, um porto seguro de equilíbrio e alto-astral para atracar e pedir guarida em períodos de tristeza e depressão. Um dia, simplesmente do nada, aquilo. Um mal-estar, uma dor de cabeça chata, um corpo que não se levantou mais da cama. Um telefonema da faxineira que ia, por sorte, toda quarta, avisando que o pai estava doente, esquisito, sem sair da cama, falando tudo embolado. Laura entrou em choque, achando que o pai estaria morto antes de ela chegar até a casa. Só conseguiu pensar em doutor Breno, o dono do hospital onde o pai trabalhava nos últimos doze anos. Doutor Breno veio pessoalmente e foi ele quem diagnosticou e tratou da internação imediata do amigo. Foi justamente nessa época que Laura desmoronou uma segunda vez.
A mulher enxugou as lágrimas sabendo que era isso que ele faria se estivesse desperto, ao seu lado. Mais uma vez ela encarava o pai e, sem se dar conta, alisava a cicatriz no próprio pulso. Não entendia como uns lutavam tanto para manterem-se agarrados ao fio da vida e outros, fracos como ela, entregavam-se de bandeja às teias da morte, de bom grado, de boa vontade, com todo desejo de ir-se embora para o outro lado do manto, e acabavam sendo regurgitados para essa existência que todos os conscientes teimavam em chamar de vida. Ela vinha perdendo as forças. Laura conseguia ludibriar a todos vestindo um sorriso ensaiado e desfilando com ele pela rua, pela padaria, entre os amigos de trabalho. Era mais fácil assim. Com um sorrisinho besta, ninguém notava a tsunami devastadora correndo e erodindo sua alma bem ali, dentro de seu peito. Queria que aquele sorriso na frente do espelho também a enganasse, forjando felicidade, mas não conseguia. E agarrava-se levemente à vida, esperando pelo pai. Tinha que ter certeza de que não iria desapontá-lo. O consolo e o único remédio vinha sendo aquela nova e inesperada amizade com Miguel, que mais que um bom amigo era um bom ouvido. Miguel não a julgava nunca. Miguel não queria saber de seu passado, se ela tinha sido ou não culpada e nem sabia que ela um dia tinha tentado acabar com a vida.

78 Respostas to “O caso Laura – Capítulo 1”

  1. Italo Says:

    Legal, já vi que vai ser mais um daquelas thrilles psicológicos que me deixam duvidando de tudo e todos. Obrigado por mais um livro, tenho certeza que vou gostar.

  2. Helena Serrano Says:

    Você é mais mal do que bom! Em postar esse primeiro capítulo, me fez ficar agoniada para ler o resto!!!!!!!!! Boa notícia para você, tenho todos os seus livros, é ÓBVIO que vou comprar esse, e o que está me matando agora é a espera!! Mais de um mês! Um beijo!

  3. Maneiro, bro.

  4. henrique Says:

    só pra judiar da gente

  5. Sandra Says:

    Nossa… que curiosidade!!!!

  6. Adorei!!!!
    Como sempre, seu texto me hipnotiza! Estou terminando de ler a saga dos Bentos contra os vampiros (li O Vampiro-Rei vol. 1 e 2, falta ler Bento … sei que tô lendo fora de ordem, isso não me confunde! ;D). Já virei fã!
    Bjsssssssss
    (@material_girl__)

  7. Juliana Says:

    Muito bom esse primeiro capítulo André, de verdade. Que o livro venha logo, rs.

  8. Carol Says:

    Maldade isso…….
    Minhas unhas já foram…..
    20 de março demora muito????

  9. Tá incrível isso, meu Deus. Espero poder pegar o livro em mãos logo e juro que desta vez, vou tentar ler no máximo um capítulo por dia, pra ver se dura mais a sensação maravilhosa de ler um livro seu. Parabéns.

  10. Os livros do André… Sempre muito bons!
    Mais um para a minha coleção!

  11. Madalice Says:

    Eba, história nova!!!
    Os seus livros nas bibliotecas de SP já estão pra lá de gastos… rs O povo adora (eu inclusa)… Tá garantido na lista dos livros para compra do ano!!! \o/

  12. Liziara Says:

    Eu quero! Não tenho nada além disso p dizer só “eu quero!” rsrs

  13. THIAGO NATUREZA Says:

    Muito bom… Parece que vai ser tocante como o Poço das Lágrimas…. Vou comprar na pré-venda para garantir o meu… he he he…

  14. Marcela Says:

    Adorei! Como sempre! Agora é esperar pelo lançamento!

  15. Jamille Says:

    Eeeeita!!! Mais um ótimo livro pra prateleira! o/
    Parabéns, André! Vai surpreender a gente mais uma vez com outra história boa!!

  16. Raquel Says:

    Ai que curiosidade… Não vejo a hora de ler o resto…=)

  17. Nossa mãe o que dizer? Apesar de inicialmente fugir da linha do seu trabalho, adorei do mesmo jeito.
    Ferrou de vez, como vou fazer pra aguentar a ansiedade?

  18. Vitor Says:

    É impressionante a capacidade que os seus textos tem de prender a minha atenção, independente do que esteja sendo dito. Já vi que esse vai ser mais um daqueles livros que eu vou ler com gosto, como todos os seus que eu li até agora ^^

  19. Esse Miguel é o que estou a pensar? rsrs
    Parabéns pelo texto Vianco. Muito bom!

  20. Lucia Maria Miranda Says:

    … Espero mesmo que o lançamento do novo livro, O Caso Laura, seja realizado no Rio. Tenho um amigo que vive lá e já agendei direitinho para que possa ir e comparecer por mim, com direito claro, depois de adquirir um exemplar, que me consiga dedicatória e autógrafo.

  21. Mamãe querida,… o quê é isso?,.. muito bom mesmo!!!! não aguento por esperar esse livro que com certeza vai ser grandioso

  22. Muito bom mesmo!Esperando ansiosamente pelo livro!

  23. Maria José Says:

    Não li todos os seus livros, somente três, adorei os três, os demais estão na minha lista e este com certesa será uma dos primeiros. Parabéns !

  24. Junior HQ Says:

    Muito bom cara! Uma coisa que tem em todo livro do Vianco é a famosa frase: “Do outro lado do manto”. Amo os livros, virei fã com “Os Sete”.

  25. A aparente tranquilidade de Laura com certeza é algo que assola nossas vidas. Sabemos que vivemos em muitas mentiras sociais em nome da boa vizinhança, em nome da paz mundial. Mas isso é normal.

  26. Olá André, tudo bem???
    Meu muito bom… se bem que li quase todos os teus livros, tenho quase todos em casa na minha estante, eles dividem espaço com os livros da minha noiva que é fã do Vampiro Purpurina do Crepusculo… mas fora isso ela também gosta muito dos teus livros, os quais ela leu por pura e livre pressão minha… rs. Isso pra ela ver a diferença de um Vampiro como o Sétimo e Dom Afonso, perto dos garotinhos Purpurinas do Crepusculo… rs.
    Mas estou aqui pra lhe fazer uma pergunta, eu tenho os Hqs Vampiros do Rio Douro vol. 1 e vol. 2, porém achei que ficou faltando alguma coisa, por acaso você tem planos de fazer o vol. 3????
    Sou muito fã de você e do seu trabalho, infelizmente não terminei de ler os livros já publicados, devido a estar fazendo faculdade e tenho a correria dos livros e matérias da faculdade… Mas este ano é o último e voltarei a ler o Bento e Vampiro Rei 1 e 2 que são os que faltam, além do O caso Laura, que deve ter ficado muito bom… não vejo a hora…

    abraços e tudo de bom pra você e para sua familia.

  27. Nossa André… Arrasando mais uma vez hein… Com certeza vou adquirir este o quanto antes.. É uma pena não poder ir na noite de lançamento. Sucesso André.
    Grande abraço

  28. Stephany Says:

    ÓTIMO!!!!

    Espero que março chegue logo! *.*

  29. […] O Caso Laura, do André Vianco | Editora: Rocco […]

  30. Traya Says:

    Ahhhhhh mas que droga que é só um cápítulo e que a data esteja tão longe ¬¬

  31. Hum, adorei o caso Laura…
    Adoro como você escreve sobre os vampiros.
    Espero ansiosa por esse novo livro.

  32. Weslyane Says:

    AAAIN! Q ansiedade!

    André, grande mestre literário, espero que tdo o livro seja tãao bom quanto esse 1º capítulo. Desejo-lhe sorte. 😀

  33. Persyn Says:

    Adorei! Como esperado de você! Não vou perder a chance de ler este tambem e te-lo em minha coleção.
    Não sei se isso pode ser grande coisa, mas estou me inspirando em você e nas suas fabulosas historias a escrever meus livros, falta um pouco de inspiração pra mim, mas espero conseguir!
    Estou realmente anciosa para ler este tambem, da sua grande fã!

  34. Ahhh agora quero saber o desenrolar dessa historiaa….

  35. […] Você pode ler o primeiro capítulo de O Caso de Laura, de André Vianco, clicando aqui. […]

  36. […] seu novo livro de nome O Caso de Laura. Por enquanto, dá para matar a curiosidade e ler o 1º capítulo que o autor disponibilizou em seu blog. Quer dar uma conferida? Vai […]

  37. Thiago Neres Says:

    O Bom e velho Vianco aprontando das suas novamente…

  38. Aline Stano Says:

    Muito bom! *-*
    Não vejo a hora de comprar e ler O Caso Laura!! *-*

  39. André assim VOCE me mata.. Sou sua serva mestre..

  40. Esse livro não podia ser diferente: Bom como todos os outros que li! Andre a pré venda vai ter aqui em Goiania? Não posso esperar chegar nas livrarias, eu vou morrer de curiosidade.

  41. Tiago Says:

    Mais uma história hipnótica.. que venha, e lembre de passar em São José dos Camps pra eu pegar o autógrafo..rsrsrsr

  42. André Vianco, primeiramente devo dizer que seu texto é excelente.
    Estilo da narrativa rápida e clara, muito bom mesmo.

    Não conhecia nenhum de seus trabalhos, embora já tivesse escutado muito o seu nome já.
    Quem me direcionou até aqui foi um twitt do Eduardo Spohr, e não me arrependi. Muito bom! Hehe

    Queria saber: é um romance, certo? Sai quando? Por qual editora?

    Pode dizer sobre o que exatamente se trata a história?

    Desde já, grato. E boa sorte com essa sua nova jornada.

  43. Meu que incrível…to vidrada…… tem palavras ali que parecem terem sido escritas pra mim… incrível… amei… não vejo a hora de poder ler inteiro…

  44. Luiniewl Says:

    Incrível… Desconhecia seu trabalho mas agora estou louca para novas postagens… Boa Sorte

  45. Fernanda Costa Says:

    Parece ser meio triste, mais tenho certeza que isso é só uma pequena ponta do iceberg, com certeza a historia inteira é eletrizante!!!

  46. Victor Luiz Says:

    Brother, sou um grande fã seu. Já te passei e-mail e tudo. O primeiro livro que li seu foi O Senhor da Chuva. Depois desse comprei uma caixa com todos os seus livros. Por enquanto já li: A Casa, Os Sete, Sétimo, Sementes no Gelo, Bento e como já disse, O Senhor da Chuva. Atualmente estou lendo O Vampiro-Rei 1. Achei diferente o inicio deste primeiro capítulo de O Caso Laura, mas assim como todos os seus contos, tenho certeza de que esse vai ser mais que prenderá a atenção.

  47. Mais um livro que será PERFEITOOO!! Estou muitoo ansiosa para ler.. Viciada e apaixonada pelos livros do André Vianco desde os 12 anos, e que bom que agora terá mais um para completar uma coleção incrível!!! Um presente de aniversário de 21 anos =P Parabéns e valeu André Vianco!!

  48. clayton Says:

    Eu nunca li nenhum livro do Andre Vianco, mas sempre o acompanho em entrevistas, e torço demais que ele seja um nome forte pra brilhar nos outros paises como escritor! Sucesso cada dia mais Vianco!

  49. Ja ameii!! Esse livro promete!! aguardando anciosamente!!!

  50. […] Blog do Vianco e primeiro capítulo de O caso Laura, aqui. […]

  51. […] vampiros, foram escritas por mim, o que é garantia de que tem coisa estranha vindo por ai“. Confira o primeiro capítulo diretamente de seu […]

  52. nossa!! eu simplesmente amei! =D

    minhasmeiassujas.blogspot.com

  53. Breve comentário: PRECISO do capítulo 2!!!

  54. AEEEW zica mesmo acabou e me deixou morrendo de curiosidade! muito bom André Vianco, meus parabéns!!!!! ♥

  55. […] Querem saber mais sobre “O CASO LAURA? Leiam a sinopse e aproveite para degustar também o primeiro capítulo […]

  56. Lucia Maria Miranda Says:

    … Minha filha Laura, aniversaria em 30/04 e eu, em finais de Maio. Será que nem assim, quem sabe, seremos parabenizadas pelo lançamento do livro aqui no centro sul em Campo Grande – MS?????????

  57. […] Os Quatro Fantásticos, ou Stephen King x André Vianco x Richard Matheson x Neil Gaiman O caso Laura – Capítulo 1 Teaser – O Turno da Noite Blog do Vianco Site oficial do André Vianco. Site oficial do […]

  58. Mileide Moraes Says:

    Nunca fui muito fã de leitura. há 3 anos atrás meu sobrinho que trabalha na Saraiva chegou com o livro: O Senhor da Chuva.. Foi o que bastou para ficar hipnotizada pelos livros do André. Fiquei fascinada com a forma como ele escreve, e mais ainda em como a gente pode criar e estar dentro de cada cenário narrado por ele. Os melhores pra mim, eram aqueles observados pelo anjo Thal…. Comecei ler o enredo acima, e mais uma vez fui encantada pelas palavras e pela forma como escreve. Parabéns André. Mais uma fã….

  59. Amanda Oliveira Says:

    Concertaza vai ser um livro mais que bom…maravilhoso. Adoro todos os livros e este vai ser mais um para a minha coleção.
    Sem comentarioosssssss..

    bjuu

  60. Andy Lima Says:

    Ah eu vou dia 12 comprar o meu, adoro muito seus livros e estou ansiosa para ler esse, esse primeiro capítulo serviu pra deixar a imaginação a mil!

  61. […] e também leiam a sinopse de “O CASO LAURA” e o primeiro capítulo para ficar por dentro deste delicioso triler […]

  62. Alinne Lopes Says:

    Nossa adorei! Deve ser ótimo como todos os outros livros, deu para perceber que vai ser um daqueles que vai me fazer chorar…Quando li A Casa fiquei mais ainda encantada pela forma como você escreve e como faz história parecer tão real. Já li todos os seus livros, principalmente Os Sete que reli várias vezes! É sensacional! Parabéns André pelo seu enorme talento e obrigada por mais um livro. Bjos.

  63. […] e o resultado das leituras depois! Mas, enquanto isso, ele disponibilizou no próprio blog o Capitulo 1. Além do Booktrailer, que vocês podem conferir aqui na nossa página de Booktrailers do […]

  64. Nossa!!! Mais um para minha coleção. Vianco, sou seu fã, tenho todos os seus livros, cara. Vc é autor mais criativo desse país, sem dúvida alguma. Essa semana estive na Fnac e os vendedores estão na espectativa do seu novo livro. A atendente me disse: “Livro do Vianco é sucesso. O nacional mais pedido”.

    Parabéns!!!!

  65. Sabrina P. da Silva Says:

    Adorei o livro O caso laura. Parabens Andre Vianco. Me surpeendi com o desenrolar da historia que comeca com investigacao policial e acaba com …… Ah nao vou estragar o final para quem ainda vai ler esse maravilhoso livro.heheheheh
    Show de bolaaa…

  66. Eduarda Says:

    André, eu te adoroo!! Conheci Os Sete quando ainda estava no Ensino Médio (prefiro não comentar quanto tempo faz rsrs) e até hoje eu os adoro = D hehe
    Estou louca para poder ler este seu novo trabalho! Sei não, mas o Miguel me fez lembrar de um certo carinha muito lindo que eu vi em outro livro… rsrsrs. Não estou me aguentando de curiosidade. ^ ^
    Tenho todos os seus livros. Sou sua fã!!!

    Parabéns e sucesso SEMPREEE!!

  67. jaqueline Says:

    Parabéns pelas suas obras,adorei tds,principalmente bento e vampiro rei
    gostária q vc escrevesse mais livros sobre os bentos, q aconteceu com eles e com o mundo depois que os vampiros foram exterminados se td voltou a ser normal ou não.
    abraço.jak

  68. Hanny Says:

    Adorei, vi o livro a primeira vez em uma biblioteca no shopping de Itaipava, o titulo me chamou muita atenção, entao resolvi ler a sinopse e adorei, infelizmente no dia nao pude comprar… passaram -se os dias e encontrei o livro na banca do aeroporto em sp e pude ler o primeiro capitulo e nao consegui mas parar… já implorei p meus pais comprarem, axo que sai essa semana 😀
    parabéns vc arrasou nesse livro…

  69. Alba Brito Says:

    Estou ansiosa para ler o livro “O caso Lauro”, confesso que curiosa também. Pelos comentários deu pra perceber que é maravilhoso.Minha imaginação ficou a mil só de ler o primeiro capítulo. Esse livro promete…

  70. Pablo Says:

    Estou quase terminando de ler, e adorando. Mas o meu veio faltando capítulo 31. Foi erro de impressão na numeração ou meu que não tem mesmo?

  71. Priscila Xavier de Souza Says:

    Uau… esse 1º capítulo simplesmente me deixou mais ansiosa para ler o livro todo!!!
    Faz poucos dias que eu estive passado por uma livraria e então encontrei esse livro… simplesmente fiquei fascinada e curiosa, mas infelizmente não tive como comprar…
    Conheço todas as outras obras (inclusive “O Caminho Do Poço Das Lágrimas” foi um dos presentes mais belos que eu ganhei de aniversário). Sempre fã de bons livros sobrenaturais, um dia encontrei na biblioteca do meu curso o livro “Os Sete”… desde aí acabei me empolgando com a saga e não parei mais de ler!
    Admiro muito seu trabalho; é realmente uma pena que eu não tenha conseguido que você autografasse um livro pra mim no dia em que você visitou a minha escola!
    Te desejo muito sucesso e felicidades^^

  72. Aline Branco Says:

    eu estou no capitulo 43 do livro, e garanto.. cada capitulo da mais curiosidade.. mas vontade de ler.. tem que ter paciencia, pois o livro conta um pedaço da historia de cada personagem.. e em seguida mostra o quão o escritor Andre é um dos melhores que existe. O livro é otimo pra quem gosta de um suspense e uma boa aventura..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: