Arquivo de outubro, 2010

O caso Laura

Posted in literatura fantástica, literatura nacional, novidades! with tags , , , , , on 10/30/2010 by André Vianco

Terça-feira entreguei os originais de “O caso Laura” na editora Rocco. Conversamos um bocado sobre o livro e semana que vem já saberei a data do lançamento e, é claro, venho aqui contar pra vcs.

O pessoal por lá está se esforçando para que o livro saia ainda este ano, justamente para estar disponível para todos os leitores antes do Natal.

Curioso o fato de que já é costume de muitos leitores meus ou pedirem livros meus de Natal ou amigo-secreto/oculto e também presentear pessoas queridas com os livros favoritos. Eu digo que é curioso porque quando comecei a publicar nunca imaginei esse cenário. : )

Logo logo mais um filhote meu nas livrarias e, principalmente, mais um filhote meu habitando a mente de vocês.

“O caso Laura” é um livro bem diferente dos demais. Não é uma história de vampiros e nem uma história de horror, é uma história de mistério puro com aquele meu jeitão de contar. Marcel é um detetive contratado para vigiar uma mulher, Laura, que todo dia a tarde se encontra com um homem. A partir da observação desse casal o mistério começa a se desdobrar e assim que Marcel passa a investigar também este homem, bem… melhor que leiam o livro para não estragar as surpresas. hahaha. ^^

Agora minhas atenções se voltarão para “A noite maldita”, livro que já inicei feitura esse ano e já está bem avançado também. Deve ser publicado ainda no primeiro semestre de 2010.

Tem também o seriado “O turno da noite” e mais projetos na área do audiovisual vindo para brindar vcs leitores.

2011 promete.

abraços.

André

Eles estão chegando 2

Posted in a vida como ela é, audiovisual, eventos, literatura nacional, seriado!, trabalhar com cinema, vampiros with tags , , , , , , on 10/19/2010 by André Vianco

Olá! Sábado passado segui de São Paulo a Teresina para a 11ª Feira do HQ da capital do Piauí. Lá fui muito bem recebido pelo professor Mario David, o quadrinista Bernardo e toda a equipe do evento. Logo de cara, no primeiro dia, fui brindado com uma apresentação de live action baseada no livro “Os sete”. Duplamente interessante para mim, que sou pai das crias e pelo fato de nunca ter assistido ou visto um live antes.

Domingo fiz um bate-papo com os leitores de Teresina, que apareceram em boa quantidade. Fiquei contente com a cordialidade dos leitores e a participação de todos. Mais tarde, às 11h30 da manhã aconteceu uma mesa-redonda com Mario David, Aristides Oliveira, Bernardo e eu. Falamos sobre a cultura do terror na literatura, no cinema e nos quadrinhos. No final do dia ministrei uma breve oficina de roteiro de HQ, me despedindo do evento.

O calor de Teresina é um capítulo a parte. Não tive nenhum ataque de “pilora”, graças aos céus, e junto com os organizadores do live action e da feira de HQ fui conhecer “O casarão”, um restaurante muito simpático, cheio de pedidinhas certeiras com seus pratos variados de comída típica piauiense. Vale o passeio.
Outro restaurante que descobri mais tarde com a dona Marisa foi o “Coco Bambu”. Dai fica a pergunta, pq não tem um Coco Bambu em SP? A comida é uma delícia, as bebidas bem feitas e com gostinho de desce outra e as sobremesas um espetáculo. Comi uma torta de banana que não erro em afirmar que foi a torta mais gostosa que já comi na vida.

A única coisa que sentimos falta no passeio, onde estive acompanhado pela minha esposa, foram de pontos turísticos para visitar na capital. É claro que passamos pela casa do Mestre Dezinho no centro da cidade, onde apreciamos o artesanato local e os doces e bebidas da região, mas faltou lugares para visitar.

Central de Artesanato Mestre Dezinho

Todo lugar mais bacana e com estrutura para o turista ficava a coisa de mais de 130km de distância, como Castelo do Piauí, Piripir, Sete Cidades, Cachoeira do Urubu. O litoral piauiense somava uma distância de 343 km de ida, uma distância razoável, mas impraticável para um bate volta. Dai que fomos então até a Localiza ao lado do aeroporto e alugamos um carro, um Novo Uno zeradinho, e pegamos a estrada. Os 340 km percorridos de ida e volta da BR 343 (e um pedacinho da BR 222) revelou um Piauí bem diferente do que eu esperava, com vegetação vasta e paisagens pitorescas que não combinavam com o sertão que tinha pré-concebido na mente. Tomamos rumo do Parque Nacional Sete Cidades, recheado de formaçãos rochosas milenares, pinturas rupestres e quetais. A rodovia, apesar da desvantagem da pista de vai e vém, é bem conservada, o limite de 80km por hora foi uma surpresa ruim, mas nem por isso deixei de me divertir com o Uninho. Gostei um bocado da relação de marchas e o modelo mil rendeu bem, com baixo consumo e uma pegada boa para um mil nas ultrapassagens. O senão ficou no porta malas do bichinho que, praticamente, desapareceu. Cheguei ao parque Sete Cidades faltando uma hora para ele fechar : ( fail… vi pouca coisa e sem guia. Tai um bom lugar para voltar. Em contrapartida tive tempo de visitar o que pode vir a ser meu novo hobbie, catalogar pequenos cemitérios sertanejos perdidos nos vilarejos desse brasilzão.

cemitério nos arredores de 7 cidades

Mas como bem sei que vcs pouco estão ligando para as minhas peripécias turismo aventurescas, vamos o que interessa. Uma nova foto de um personagem de O turno da noite.

Da um ligo no Bruno.

Vampiro Bruno

O Bruno será interpretado pelo ator Rafael Dourado.

Voltei para São Paulo na madrugada dessa terça-feira e, logo depois de um cochilo preguiçoso, voltei pro escritório para dar andamento no mundo de “O turno da noite”. Fazendo aqui de tudo para que vcs possam apreciar essa novidade na íntegra o quanto antes.

abraços.

André Vianco

Eles estão chegando.

Posted in audiovisual, literatura brasileira, literatura fantástica, literatura nacional, novidades!, seriado!, trabalhar com cinema, vampiros with tags , , , , , , on 10/11/2010 by André Vianco

Como ando em ritmo acelerado não está me sobrando muito tempo para alimentar o blog, mas não pense vcs que “O turno da noite” está estacionado. É que, como disse em post anterior, estamos na fase da pós-produção, fazendo a edição do seriado, deixando a equipe de finalização trabalhar.

Dimitri

Mas, como sei que vcs não se aguentam de curiosidade, de vez em quando venho aqui dar um aperitivo. Hoje posto a fotografia do grande Dimitri, matador de alguel e caçador de vampiros na horas vagas. Se tudo der certo esta semana também postarei aqui o prometido teaser do qual Dimitri é o protagonista.

Estou trabalhando diariamente na revisão do livro “O caso Laura”, que sai este ano ainda, e, nãos horas que me restam, supervisionando a primeira edição do episódio piloto pessoalmente. O que posso adiantar é que tanto o livro, quanto o seriado, estão ficando promissores. Logo mais posto novidades aqui.
Abraços.

André Vianco.