Bright: Quando Dia de Treinamento encontra O 5º Elemento

Posted in audiovisual, Uncategorized on 12/24/2017 by André Vianco

A Internet é mestra em causar, e lá está Bright na berlinda, recebendo tomates podres voadores na testa ou sendo aclamado e ovacionando por outra banda.

Bright é mais uma aposta espetacular e vencedora da Netflix que entrega ao mundo o que o mundo quer. Temos no filme dirigido por David Ayer (ainda que Esquadrão Suicida não seja uma boa lembrança para quem gosta mesmo de histórias bem contadas) que é muito envolvente.

BRIGHT_Unit_02691r1.0

De largada temos coisas muito boas para se dar crédito como a criativa mistura de gêneros narrativos e a escolha de entrar “ongoing” num mundo rico em fantasia e com sua cosmogonia bem cuidada, percebemos nas camadas mais profundas que tem muita história para se contar e não me espantaria que o longa fosse só a plataforma de lançamento de uma longa série. É tanta informação nas entrelinhas que a gente fica tonto com as possibilidades, mas estamos presos ao roteiro de cento e dez páginas para um filme de uma hora e 15 minutos, onde cada linha conta e cada minuto de produção custa caro (orçado em US$ 90 milhões de dólares, cada minuto na tela custou então US$ 750.000 e cada segundo de arte exige US$ 12.500) os roteiristas tem que saber muito bem o que vão escrever (cada suspiro de orc pode custar uns US$ 9.000,00 fácil!). Dai, voltando ao crédito da largada para não perder o fio da meada, o roteirista Max Landis, já sai quente (ongoing, como disse), sem explicar muito de onde veio aquele mundo onde humanos, orcs, elfos, fadas, centauros e todo esse kit da fantasia europeia fornece aos trabalhadores de imaginar, nos colocando direto no banal da vida de Ward, um policial que, depois de cumprir uma licença por tomar um tiro no peito e sair vivo, volta ao trabalho ao lado seu parceiro indesejado, Jakob, um orc. Não “um” orc qualquer. É o primeiro orc policial, detestado por toda a corporação, exilado por seus semelhantes de raça, abaixo em todas as cadeias sociais dos humanos e fantásticos. Isso já dispara o discurso da obra (como Blomkamp faz com maestria em suas ficções maravilhosas como Chappie e Distrito 9) que é a discriminação das minorias mágicas em Bright. Os elfos, donos do dinheiro, dos cabelos lisos e de toda a fleuma no filme, são meio que os WASP enquanto “todo o resto” luta para defender o seu pão naquele mundo miscigenado com cores e diferenças que ganham relevo em cenários que seriam pitorescos se não fossem tão comuns no nosso dia a dia de “alternativos marginais do mundo”. Em cinco minutos já estamos inseridos nessa peça Noir, Fantástica, Kitchen Sink Drama e é uma DELÍCIA.

Há ali vapores poderosos de Dia de Treinamento, afinal de contas é a velha história de parceiro novo, parceiro velho e vivido, diferente de Denzel em Dia de Treinamento, O policial Ward, vivido por Will Smith é o contrário do caráter torto do primeiro. É justamente sua retidão, sua impossibilidade de andar fora do livro de regras que o coloca em maus lençóis quando atendem a um chamado que os colocam diante do evento incitante dessa jornada onde os dois amigos sairão transformados. A máxima proximidade se dá na cena do pai orc inciando o filho orc no mundo das gangues, mas não vou dar spoiler aqui, não sou desses.

Quando surge Chica, a elfa, é a chegada de Leeloo Dallas (multipassss!), o “perfect beeing” à obra. Existe muita visitação a tudo que conhecemos de bem feito no fantástico e no drama e veja bem, estou dizendo que existe visitação atávica, de nossa memória, não estou dizendo que são homenagens e muito menos cópia. Não me espantaria muito que o mundo do Big Data onde Netflix, HBO GO, Prime Vídeo nadam não entregasse um bilhete com uma série de lembretes para os produtores e roteiristas levarem em consideração antes de darem o azeite final no roteiro.

Bright, como o título em inglês sugere, é um filme que tem seus momentos brilhantes. Na minha humilde opinião o roteiro erra de forma poderosa em dois momentos, em dois pontos nevrálgicos, mas a fluidez narrativa não se compromete e, para quem está assistindo com um saco de pipoca na frente, com os olhos brilhantes e prendendo o fôlego esperando a “página virar” não vai estar nem ai para esses deslizes, sério.

Vale muito a pena assistir essa boa mistura de gêneros, como disse, é um NOIR FANTÁSTICO, com um drama bem urdido e é uma alegria ver a fantasia tão bem representada nas telas trazidas pela nosso, por hora, benfeitora Netflix.

Quando o nosso querido Brasil vai acordar para o Fantástico Jovem Adulto no audiovisual? Não sei. Só com uma varinha de condão para abrir a cabeça das produtoras que ainda estão fechadas, assustadas e quietinhas no seu cantinho esperando mais uma linha de crédito do governo para salvá-las.

Mais eventos!

Posted in eventos, Uncategorized on 12/04/2017 by André Vianco

Olá, leitores!

 

Fim de ano chegando e essa semana ainda tem mais dois eventos para nos encontrarmos.

Dia 8 estarei na ComiCon 2017, farei parte de um painel com o amigo Affonso Solano. Venham e não percam esse encontro épico para criar mundos fantásticos ao vivo.

 

Já no dia 9, no sábado, às 16 hs, estarei na livraria Saraiva de Campinas-SP, no Shopping Iguatemi. Será meu último evento do ano. Aproveitem, é pertinho de SP, Vinhedo e Judiaí.

Tragam seus livros e venham bater papo comigo.

 

 

 

Book Tour Penumbra 2017

Posted in eventos, literatura fantástica on 11/03/2017 by André Vianco

Queridos leitorxs! Seguem as datas e locais das próximas sessões de autógrafos para Penumbra.

 

04  de novembro – RIO DE JANEIRO – Livraria Saraiva do Shopping RioSul. – 16hs.

09 de novembro – CURITIBA – Livrarias Curitiba Shopping Palladium – 19 hs.

11 de novembro – SALVADOR – Livraria Saraiva Shopping da Bahia Iguatemi – 16 hs.

23 de novembro – OSASCO – Livraria Saraiva Super Shopping – 16 hs.

02 de dezembro – BRASÍLIA –  Livraria Saraiva Park Shopping – 16 hs.

09 de dezembro – CAMPINAS – Livraria Saraiva Shopping Iguatemi – 16hs.

 

capa_perspectiva

 

Pintando novidades eu aviso aqui. Venham pegar seus autógrafos, bater um papo com seu autor favorito e conhecer Penumbra. Esse livro está um encanto.

Penumbra…

Posted in eventos, literatura fantástica, novidades! on 10/17/2017 by André Vianco

Olá, queridos leitores e leitoras.

Olha, dia 31 de outubro estou lançando meu novo livro, Penumbra.
Pense numa data perfeita para se lançar um livro sombrio e cheio de fantasmas!
Não consigo nem colocar em palavras a minha ansiedade para ver esse livro chegando, cheio de significado e com uma história de amolecer os corações e arrepiar os cabelos, não necessariamente nesta ordem.
Fiquei encantando com o resultado que cheguei em Penumbra. Quero ver o que você, que gosta de ler, que acompanha minhas aventuras sombrias, vai achar dessa aventura vivida (vivida??? não sei se é isso!) por Lana e a entidade que recebe as crianças que passaram para o lado de lá, a enigmática babá Osso Duro.
Penumbra foi publicado pela editora Leya e a primeira noite de autógrafos será na livraria Saraiva do Shopping Eldorado, em SP, às 19hs no dia 31 de outubro.
No dia 4 de novembro, sábado, estarei no Rio de Janeiro, na Saravia do Shopping Riosul. O horário é a tarde, às 16 hs.
Dia 9 de novembro é a vez de Curitiba, nas Livrarias Curitibas, Shopping Palladium, 19hs.
Dia 02 de dezembro chego em Brasília para autografar Penumbra na Livraria Saraiva do Park Shopping, 16hs.
Tem mais uma sequência de cidades na fila, assim que os locais e datas forem confirmados, passo aqui para vocês que me acompanham.
Veja a capa do livro como está estonteante! Meus agradecimentos eternos a toda a equipe da Leya que se devotou para trazer essa nova aventura para todos vocês. Um abraço carinhoso para o querido amigo Affonso Solano e o parceiro Damiani pela capa assombrosa que conseguiram conceber.
capa_perspectiva
Beijo para que é de beijo e abraço para quem é de abraço.
André Vianco!

Penumbra está chegando!

Posted in Uncategorized on 10/14/2017 by André Vianco

Meu 17ª filhote, escrito de forma apaixonada para entrar na mente e no coração de vocês que seguem minha obra está chegando.

 

Estou deslumbrado com Penumbra. A história de Lana, uma menina que passou para o além e chegou a Penumbra, onde tudo tem que esquecer, fascina o leitor no primeiro instante.

 

” Era um bebê caído no gramado. Seu coração se comprimiu ao
encarar a neném pequenina deixada no chão. Lana olhou para todos os lados.
Não era possível! Tinha que ter uma mãe ali perto. Que não fosse a sua, mas
tinha que ter uma mãe. Quem deixaria uma nenenzinha jogada no chão? Lana
bufou contrariada. Estavam unidos agora. Mais uma criança perdida.
– Ela é tão magra! – murmurou Jorge, aproximando-se. – É tão pequena.
Deve estar faminta.
O vento sereno tinha virado ventania, contínua e fria. Apesar de não escutar
trovões após os relâmpagos, só podia estar mesmo vindo uma boa chuva.
– Temos que nos abrigar. Acho que tá escurecendo ainda mais.
– E a neném?
– Vamos levá-la.
– Mas e se a mãe dela não encontrá-la quando voltar?
Lana mordeu o lábio. A suspeita crescia, mas ela não queria contar para o
menino nem admitir. Não iria aceitar aquilo tão fácil, havia lutado muito para
continuar onde estava. Tinha se agarrado ao barbante, tinha fincado o pé no
chão. Não iria deixar sua mãe tão cedo. Iriam sair dali e se abrigar, porque a
chuva vinha, mas depois ela teria uma missão mais importante: voltar para casa.
Não ficaria naquele lugar. Queria voltar para casa. Estar ali não era certo. Ninguém
havia pedido sua permissão para separá-la da mãe. Tinha tantas coisas
para viver ainda. Tinha planejado uma porção de coisas. Conhecer o mar, o casamento,
a clínica veterinária onde cuidaria de dinossauros e unicórnios. “

o lançamento será dia 31 de outubro, halloween, na livraria Saraiva do Shopping Eldorado. 19hs.

Rio de Janeiro está confirmado para o dia 4, na Saraiva do Riosul. 19hs.

Outras datas e outras cidades estão a confirmar e logo posto aqui para todos.

 

convite Saraiva SP

Está com seu coração preparado?

Posted in eventos, literatura brasileira, literatura nacional with tags , , , on 07/17/2017 by André Vianco

Penumbra já está em revisão na editora Leya. O plano é que o livro da entidade guardião das crianças perdidas chegue às livrarias ainda em final de agosto para estar nas mãos dos leitores no Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro.

 

Penumbra é totalmente mergulhado no meu universo, minha união eterna com o gótico, com a estética sombria e as coisas que nos faz lembrar que somos irmãos nessa jornada que chamam de vida.

A história vai apresentar a vocês uma menina teimosa, que não quer se afastar de sua mãe e não quer esquecê-la de jeito nenhum, mas acontece que essa menina (Lana), acabou de morrer, de fazer a passagem para a Penumbra, e precisa esquecer seu passado para seguir em frente.

Cada vez que Lana se recusa a ir em frente efeitos catastróficos se abatem sobre o território da Penumbra e então surge a babá das crianças mortas, a protetora dos pequenos viajantes, Osso Duro, que fará de tudo para que Lana desconecte-se de seu passado e siga em adiante.

Está com seu coração preparado?

Penumbra é um livro para os fortes.

Osso Duro

Eventos de Junho de 2017!

Posted in eventos with tags , on 06/04/2017 by André Vianco

Junho vai dar praia…

Esse ano participo novamente desse delicioso projeto da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, através do convite da SP Leituras, que é o Viagem Literária.

Durante uma semana visitarei uma biblioteca por dia dentro do estado de São Paulo para bater papo com vocês, meus queridos leitores. Venham bater-papo comigo numa das 5 bibliotecas por onde passarei. Tragam seus livros para autógrafos e disposição para conversar e entender mais sobre a arte de escrever, sobre os mundos que invento e sobre suas curiosidades sobre meus personagens e enredos.

Começarei a semana em Ilha Comprida e vou voltando pelo litoral paulista até chegar sexta-feira a Diadema, na Grande São Paulo.

Confira a programação e, se for do pedaço, apareça.

 

Dia 5 de junho (segunda-feira) – Ilha Comprida – SP.

Local: Biblioteca Romeu Cabeça – Horário:  Das 14h00 às 15h30.

Av. São Paulo, 1000 – Balneario Adriana – Ilha Comprida/SP

 

6 de junho (terça-feira) – Itanhaém – SP

Local: Biblioteca Poeta Paulo Bomfim – Horário:  Das 14h00 às 15h30,

Rua Cunha Moreira, 71 – Centro – Itanhaém/SP

 

Dia 7 de junho (quarta-feira) – Praia Grande – SP

Local: Biblioteca Porto do Saber – Horário:  Das 14h00 às 15h30.

Av. São Paulo, 900 – Praia Grande/SP

 

8 de junho (quinta-feira) – Cubatão – SP

Local: Biblioteca Prof. João Rangel Simões – Horário:  Das 14h00 às 15h30

Av. 9 de abril, 1977 – Centro – Cubatão/SP

 

9 de junho (sexta-feira) – Diadema – SP.

Local: Biblioteca Olíria de Campos Barros – Horário:  Das 14h00 às 15h30.

Rua Graciosa, 300 – Centro – Diadema/SP